4 de jun de 2013


Quando nada me fecunda, minha alma menstrua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário